O consórcio conect4children (c4c) tem como uma das suas missões, a seleção e financiamento de Ensaios “Proof-of-viability” (Académicos e Indústria). Nesse sentido, no dia 29 de abril de 2019 foi publicada a seleção do primeiro portfólio de estudos académicos pediátricos pan-europeus:

  • TREOCAPA – Paracetamol em bebés prematuros: este ensaio irá avaliar a eficácia do paracetamol em bebés prematuros com persistência do canal arterial e pretende recrutar cerca de 600 bebés como parte do estudo (Investigador Principal: Prof. Jean-Christophe Roze do INSERM, uma organização de investigação pública, em Paris, França inteiramente dedicada à saúde humana).
     
  • KD-CAAP – Corticosteróides para tratar a doença de Kawasaki: este ensaio irá avaliar a eficácia da associação de corticosteroides ao tratamento padrão em crianças com Doença de Kawasaki e tem como objetivo recrutar 262 crianças como parte do estudo (Investigadores Principais: Dra. Despina Eleftheriou e Prof Paul Brogan da University College of London (UCL), uma instituição de investigação académica no Reino Unido).
  •  cASPeCF- Posaconazole em crianças com fibrose quística: este ensaio irá estudar a utilizacao e dose de posaconazole em crianças e jovens com fibrose quística e infecção por Aspergillus e pretende recrutar 130 crianças como parte do estudo (Investigador Principal: Prof. Adilia Warris do MRC Centre for Medical Mycology, University of Aberdeen e Ospedale Pediatrico Bambino Gesù (OPBG), um hospital pediátrico em Roma, Itália).
     
  • MOI – Losartan para o tratamento da Osteogénese Imperfeita: este ensaio irá estudar a utilizacao e dose de losartan em crianças e jovens com Osteogenese Imperfeita e pretende recrutar 30 crianças (Investigador Principal: Prof. Nick Bishop, da University of Sheffield, uma instituição de investigação académica no Reino Unido).
This project has received funding from the Innovative Medicines Initiative 2 Joint Undertaking under grant agreement No 777389. The Joint Undertaking receives support from the European Union’s Horizon 2020 research and innovation programme and EFPIA